Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




por Vânia, em 06.02.12

Coimbra: impressões de uma visita

Chegamos a Coimbra perto das 10h de dia 4. Decidimos ir logo ao Portugal dos Pequenitos, depois almoço e só depois hotel por se ajustar melhor aos horários da Teresa. Do Portugal dos Pequenitos destaco a simpatia com que fomos recebidos. Foi mesmo impecável e a Teresa adorou. Pagamos 8.95€ cada um, sendo que ela por ainda não ter os 3 anos, foi grátis. À entrada tiram-nos uma fotografia (6€) e deram-nos um postal tamanho grande.

Das instalações em si, das "casinhas" que fizeram a delícia da Teresa, achei que já precisavam de umas obras a nível de pintura e arranjos nas janelas e portas. Algumas casinhas estavam fechadas para tristeza da minha filha que não sabia da "chavi". Embora tenhamos gostado muito, para o que pagamos esperava um bocadinho mais de esmero nas instalações. Sei que estamos em crise mas justamente por isso não se pode pedir para pagar quase 10 euros por pessoa e não dar retorno (simpatia e um balão não contam....).

 

Portugal dos Pequenitos

 

Portugal dos Pequenitos, Universidade de Coimbra. 

 

Para as refeições e para a viagem ficar mais em conta, optamos pelo Forum Coimbra. Nada de restaurantes com pratos tradicionais com contas com números redondos (no Alentejo chegamos a pagar 60€ por um almoço. Valeu muuuuito cada cêntimo, mas estamos em crise). Assim, fizemos sempre refeições a roçar os 14€ (total para os 3) onde cada um comeu o que lhe apeteceu, incluindo a Teresa. No primeiro dia disse que queria batatas fritas e então comprasmos-lhe febra e batatinta frita. À noite pediu douradinhos :-) e no dia seguinte pizza. Comeu algumas "porcarias" sim, mas comeu bem e sem fitas. Dias não são dias.

 

A seguir ao almoço e depois da correria do Portugal dos Pequenitos seguimos em busca dos dois hóteis que tinhamos assinalado: Residencial Aemnium e o Hotel Confort Inn, sendo que o primeiro implicava 50€ e o segundo 48€, ambos com pequeno almoço incluido. A Teresa adormeceu no carro e eu fiquei com ela. O pai foi ao Aeminium ver as condições e voltou. O quarto era pequeno. Casa de banho muito pequena. Não ficou nada impressionado. Resolvemos ir ao Confort Inn. Quarto triplo, espaçoso, casa de banho espaçosa. Fez logo o check in. Carregamos as coisas e a Teresa a dormir. Ficamos no quarto, para ela descansar um pouco, até às 16h00.

 

Fomos então em busca do Posto de Turismo. Também aqui fiquei desiludida. Já temos ido a Postos de Turismo em cu de Judas de fim-de-mundo em que nos dão montões de mapas e listas com informações sobre restaurantes, hoteis, monumentos, rotas gastronómicas, etc. Em Coimbra, cidade do conhecimento, bla bla, deram-nos um mapa. E vão à vossa vida. Acabamos por trazer mais informações mas curiosamente sobre outros concelhos em redor...

 

Percorremos então as ruas do centro, de mapa na mão, tentando ver monumentos e tentando descobrir o melhor caminho para ir à Sé Velha e Universidade, empurrando um carrinho. Metemo-nos por ruas e ruelas, de calçada torta, subidas íngremes, mas conseguimos chegar lá. Pagamos 2€ para ver a Sé Velha, que se encontra em fase de restauro/arranjos. O valor da entrada é contribuição para a realização das obras.

 

Sé Velha de Coimbra

 

Seguimos então para a Universidade, que estava quase deserta e a vista estava espectacular, ao pôr do sol. A Teresa adorou correr por lá, mas perguntou bastante onde era o parque depois de eu lhe dizer que aquilo era uma escola. :-)

 

 

 

 Já com o frio a apertar, descemos à baixa novamente, com uma excelente vista da cidade ao pôr do Sol.

 

 

 

Passamos pelo hotel, preparamos as coisas e fomos jantar. Voltamos ao hotel e preparamos tudo para o dia seguinte. A Teresa tomou um grande banho de espuma (à conta dos frasquinhos do hotel), pijama e cama. Sem stresses. Dormiu a noite inteira.

 

Nós acordamos primeiro que ela na manhã seguinte. Raridade que não acontece em dias normais :-) Preparamo-nos e fomos em direcção ao pequeno almoço. Se há coisa que eu gosto é de entrar numa sala de pequeno almoço de hotel e ver milhentas coisas para escolher. E esse foi claramente o caso. Café, leite (normal e magro), chocolate, descafeinado, chá (várias qualidades), cereais (milho, integrais e chocapic) sumos, doces para o pão (morango, pessego, etc, em versão normal e diet), vários tipos de pão, croissants, bolos, bolachas, tostas, fruta, salada de fruta, tomate, queijo (normal e magro), fiambre, chourição, salame, etc. A minha filha manteve-se fiel ao seu habitual: leitinho com chocolate e sandes mista. Nós provamos mais umas coisinhas :-)

 

Fizemos o check-out. Estava frio (0.5º). Seguimos em direcção ao Mosteiro de Santa Clara-a-Nova, por ser o primeiro a abrir. Entramos na igreja (barroca) e sentamo-nos um pouco. Não havia informações acerca de visitas, ou bilheteiras. A única porta aberta era a da igreja. Fomos mais tarde informados que é lá que está o túmulo da Rainha Santa Isabel, mas no local não se vê nada.

 

Mosteiro de Santa Clara-a-Nova 

 

Em seguida, fomos para o Mosteiro de Santa Clara-a-Velha. Submergido pelas constantes cheias do Mondego, foi alvo de requalificação há uns anos atrás. Foi fundado por D. Mor Dias em 1286. Em 1677, as freiras mudaram-se para o novo Mosteiro (Santa Clara-a-Nova) no alto, para fugir às constantes inundações do rio. As escavações colocaram a descoberto o que estava suterrado pela água da igreja e alguns anexos, mas parte do Mosteiro está hoje debaixo de um extenso relvado à espera de melhores dias (com menos crise...). A visita faz-se pelo Centro Interpretativo, que tem exposição, vídeos e maquete. Uma das senhoras do Centro explicou-nos tudo muito bem e deixou-me ainda com uma melhor ideia do Mosteiro. A visita aos Domingos de manhã (até às 14h00) é gratuita. [http://www.culturaonline.pt/MuseusMonumentos/Monumentos/Pages/Mosteiro_Santa_Clara_Velha.aspx]

 

Mosteiro de Santa Clara-a-Velha

 

Saímos do Mosteiro já eram perto das 11h00. Já estava mais quente, mas aproximavam-se nuvens. Optamos por deixar os Jardins da Quinta das Lágrimas para outra visita e seguimos de carro para a Universidade, com o objectivo de a visitar mais detalhadamente. 

 

Compramos os bilhetes na Biblioteca Geral (7€ cada um) para visitar a Biblioteca Joanina, Sala dos Capelos, Sala do Exame Privado e Sala das Armadas e Prisão Académica. A Porta Férrea e a Via Latina também (mas para isso não precisávamos de bilhete...). Não deu para visitar a Capela porque como era Domingo, estava a decorrer a missa. A simpatia das funcionárias deixou muito a desejar. Todas as perguntas são frete ou então ninguém sabe responder.

 

Saímos em direcção ao Forum Coimbra, onde almoçamos, e seguimos depois viagem até aos Algarves.  

 

A viagem foi muito boa, gostamos mesmo muito. Temos pena de não ter tido mais tempo para visitar mais coisas (Quinta das Lágrimas, Jardim Botânico, etc) e até mesmo ver os arredores (como o castelo de Montemor). Com a Teresa foi impecável. Ela gosta mesmo de passear e não estranha em ficar em sítios diferentes. Andou sempre de fralda para evitar deslizes, mas as fraldas estiveram 95% das vezes secas porque pedia para fazer xixi na sanita. Comeu bem e tudo funcionou perfeitamente.

 

Para repetir definitivamente.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

De Ricardo Madeira a 10.02.2012 às 15:00

Gostei bastante do vosso relato.
Lamento apenas que não tenha sido do vosso agrado o quarto da Residencia Aeminium. Estou cerot que o serviço seria do vosso agrado, com garagem grátis no centro da cidade, internet sem fios e um pequeno almoço delicioso. Ah, mais que um mapa, lhes garanto que da nossa parte teriam uma explicação profunda do que há a visitar na cidade. Fazemos questão de garantir que corre da melhor forma a visita de todos os nossos hópedes a Coimbra.

Ainda assim, agradeço o vosso relato sobre a cidade!

Comentar post



Mais sobre mim


Arquivo

  1. 2013
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ
  14. 2012
  15. JAN
  16. FEV
  17. MAR
  18. ABR
  19. MAI
  20. JUN
  21. JUL
  22. AGO
  23. SET
  24. OUT
  25. NOV
  26. DEZ
  27. 2011
  28. JAN
  29. FEV
  30. MAR
  31. ABR
  32. MAI
  33. JUN
  34. JUL
  35. AGO
  36. SET
  37. OUT
  38. NOV
  39. DEZ
  40. 2010
  41. JAN
  42. FEV
  43. MAR
  44. ABR
  45. MAI
  46. JUN
  47. JUL
  48. AGO
  49. SET
  50. OUT
  51. NOV
  52. DEZ
  53. 2009
  54. JAN
  55. FEV
  56. MAR
  57. ABR
  58. MAI
  59. JUN
  60. JUL
  61. AGO
  62. SET
  63. OUT
  64. NOV
  65. DEZ
  66. 2008
  67. JAN
  68. FEV
  69. MAR
  70. ABR
  71. MAI
  72. JUN
  73. JUL
  74. AGO
  75. SET
  76. OUT
  77. NOV
  78. DEZ
  79. 2007
  80. JAN
  81. FEV
  82. MAR
  83. ABR
  84. MAI
  85. JUN
  86. JUL
  87. AGO
  88. SET
  89. OUT
  90. NOV
  91. DEZ