Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




por Vânia, em 05.01.09

O Natal

Até à última o local onde íamos passar o Natal esteve envolto em mistério. Eu explico. O meu avô está a recuperar de um AVC e a minha mãe tem passado as noites com ele para que não fique sozinho. O meu avô costumava ir para casa de um tio meu, mas com o seu estado era complicado ele ir para lá sem a minha mãe. E então até dia 24 à hora do almoço era suposto irmos para casa do meu avô. Fiz uma tarte de leite, um cheesecake e um bolo de iogurte que sei que o meu avô gosta. Entretanto a minha mãe ligou a dizer que afinal tinha havido uma mudança de planos: íamos todos para casa do meu tio. E assim foi. Com os doces atrás lá fomos nós. Jantamos bacalhau com batatas e couves e para sobremesa havia muitos doces. Eu andava de apetites a pastéis de batata doce e sempre deu para matar o desejo. hehehe O Filipe comentou que lhe doia o estomâgo e comeu pouco. Abriu-se as prendas antes da meia noite. Foi giro ver a minha prima toda feliz da vida de volta de um MP4. Voltamos depois para casa do meu avô que se foi deitar enquanto nós abrimos as restantes prendas. Um MP4 para o Filipe e para o meu pai, o livro "A razão dos avós" para a minha mãe. Eu recebi um livro sobre D. Carlos que me deu o Filipe bem como uma caixa dupla de Milka (adoro!). O meu pai ofereceu-me um vaso de flores ditas de Natal com o seguinte recado "Cuida-te!" LOL. Muito romântico o meu pai, ofereceu um vaso de flores às mulheres da vida dele (eu, a minha mãe e a minha avó). O Filipe ganhou uma caixa de chocolates que lhe deu o meu pai. A minha mãe deu-me uma data de roupa. A minha avó deu-me dinheiro e chocolates. A minha sogra ofereceu-nos uma balança digital, uma moldura e um balde para o gelo muito giro. E de prendas ficamos por aqui. Claro que a Teresa foi quem recebeu mais prendas, mas isso já é outro post.

No dia seguinte fomos almoçar novamente a casa do meu tio. O Filipe estava pior do estomâgo e não comeu quase nada. Comeu canja e bebeu chá. Dormitou um bocadinho, mas estava de rastos. Pouco depois do almoço fomos para casa. E no dia seguinte ele foi ao médico. Uma irritação do estomâgo foi o diagnóstico. Ficamos a saber entretanto que foi dos camarões do jantar do trabalho.

Foi um Natal diferente. O primeiro do Filipe cá nos Algarves. Podia ter corrido melhor, não fosse a dor no estomâgo, mas paciência.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim


Arquivo

  1. 2013
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ
  14. 2012
  15. JAN
  16. FEV
  17. MAR
  18. ABR
  19. MAI
  20. JUN
  21. JUL
  22. AGO
  23. SET
  24. OUT
  25. NOV
  26. DEZ
  27. 2011
  28. JAN
  29. FEV
  30. MAR
  31. ABR
  32. MAI
  33. JUN
  34. JUL
  35. AGO
  36. SET
  37. OUT
  38. NOV
  39. DEZ
  40. 2010
  41. JAN
  42. FEV
  43. MAR
  44. ABR
  45. MAI
  46. JUN
  47. JUL
  48. AGO
  49. SET
  50. OUT
  51. NOV
  52. DEZ
  53. 2009
  54. JAN
  55. FEV
  56. MAR
  57. ABR
  58. MAI
  59. JUN
  60. JUL
  61. AGO
  62. SET
  63. OUT
  64. NOV
  65. DEZ
  66. 2008
  67. JAN
  68. FEV
  69. MAR
  70. ABR
  71. MAI
  72. JUN
  73. JUL
  74. AGO
  75. SET
  76. OUT
  77. NOV
  78. DEZ
  79. 2007
  80. JAN
  81. FEV
  82. MAR
  83. ABR
  84. MAI
  85. JUN
  86. JUL
  87. AGO
  88. SET
  89. OUT
  90. NOV
  91. DEZ