Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




por Vânia, em 26.02.09

Coisas que me chateiam

O meu avô materno de 84 anos teve em Outubro um AVC que lhe debilitou ainda mais os movimentos mas também a fala. Desde esse dia a minha mãe mudou-se para casa dele. Basicamente deixou de ter vida própria, mas é o pai. Falando assim até parece que a minha mãe é filha única, mas não é. Tem mais irmãos, todos homens, é verdade. O meu avô também tem noras, mas que são isso mesmo, noras. Ou seja, sobra tudo para os ombros da minha mãe. Alimentar, lavar, mudar fralda (já houve necessidade disso), etc. A minha mãe e o meu pai por arrasto claro, passaram a viver na casa do meu avô. Quando queremos ir vê-los vamos a casa do meu avô. A minha mãe não tem hipótese de vir almoçar ou jantar a minha casa porque depois NINGUÉM aparece para ajudar o meu avô com a refeição dele. No dia da folga a minha mãe tem que dar banho ao meu avô, arranjar o almoço, arrumar a casa dele e ainda ir a casa dela meter roupa a lavar e dar uma jeito a casa para também arejar um bocadinho. Há fins-de-semana em que ninguém vai ver o meu avô. E a minha mãe não sai para lado nenhum. Anda cansadíssima. Nota-se perfeitamente. Ela queixa-se que ninguém aparece, mas a verdade é que quando aparecem também ninguém vem com vontade de limpar a fralda. A minha mãe está lá porque é o pai dela. Claro, não se vai virar as costas ao pai quando ele precisa, não é? Sim, mas e os outros irmãos? E as noras? Só vão aparecer todos para "limpar" a casa quando for época de partilhas? Ficar com o meu avô nem que fosse um fim de semana é assim tão abismal para os filhos? Com certeza que lhes sabe bem... não têm chatices. A B. está lá com o velho e pronto. Isto chateia-me. Muito.

Eu sou filha única, para o bem e para o mal. Vou ter os trabalhos todos só para mim, mas só vou depender de mim mesma. Mas também não me esqueço que também sou nora e que tenho os sogros a viver a 600km de distância, que um dia talvez seja necessário alguém cuidar deles a tempo inteiro e que nós provavelmente não o poderemos fazer e que vai ser necessário encontrar uma solução. Mas deixar tudo em cima dos ombros da minha cunhada não é a solução nem uma solução.

Compreendo a posição da minha mãe, de não dizer nada aos irmãos. Eles têm olhinhos. O meu avô está lúcido e com certeza também vê. Vai-se deixando andar...

Chateia-me que me andem a perguntar como anda o avô. Liguem para a minha mãe. Falem com o meu avô. Vão vê-lo. Perguntem no que podem ajudar e não me digam um "como está o velho?". Porque cada vez mais vai sendo difícil não dizer "olha, o avô e  a minha mãe estavam bem melhor se os teus pais ajudassem"...

Autoria e outros dados (tags, etc)


3 comentários

De scas a 26.02.2009 às 13:20

Este teu desabafo toca-me bem fundo. Conheço a situação bem de perto e receio por aquilo que no futuro me aguarde... Muita força, para ti e para dares à tua mãe, muita mesmo! Beijinho

De guiga a 26.02.2009 às 17:15

E apoio domiciliário?!
Não pensam nisso como hipótese?!
*.*

De mariasantiago a 27.02.2009 às 17:05

É muito complicado. Com a minha avó passa-se o mesmo. Mas graças a Deus, com 86 anos ainda se "desenrasca bem sozinha", mas por exemplo fazer as limpezas, ir aos medicos, e outras coisas calha sempre à minha mãe, a mim ou à minha irmã. Não me custa nada, apesar do feitiozinho complicado dela, mas caramba tem mais 2 filhos todos com mulher e filhas bem crescidas. E para além disso não vivem assi tão longe. Quando for altura de partilhas é que eu quero ver. Chegam lá primeiro que nõs. É que nem um telefonema lhe fazem. Nada de nada.
Mas o que podemos fazer? Temos que aguentar! Não a podemos abandonar.
Beijinhos e bom fim de semana

Comentar post



Mais sobre mim


Arquivo

  1. 2013
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ
  14. 2012
  15. JAN
  16. FEV
  17. MAR
  18. ABR
  19. MAI
  20. JUN
  21. JUL
  22. AGO
  23. SET
  24. OUT
  25. NOV
  26. DEZ
  27. 2011
  28. JAN
  29. FEV
  30. MAR
  31. ABR
  32. MAI
  33. JUN
  34. JUL
  35. AGO
  36. SET
  37. OUT
  38. NOV
  39. DEZ
  40. 2010
  41. JAN
  42. FEV
  43. MAR
  44. ABR
  45. MAI
  46. JUN
  47. JUL
  48. AGO
  49. SET
  50. OUT
  51. NOV
  52. DEZ
  53. 2009
  54. JAN
  55. FEV
  56. MAR
  57. ABR
  58. MAI
  59. JUN
  60. JUL
  61. AGO
  62. SET
  63. OUT
  64. NOV
  65. DEZ
  66. 2008
  67. JAN
  68. FEV
  69. MAR
  70. ABR
  71. MAI
  72. JUN
  73. JUL
  74. AGO
  75. SET
  76. OUT
  77. NOV
  78. DEZ
  79. 2007
  80. JAN
  81. FEV
  82. MAR
  83. ABR
  84. MAI
  85. JUN
  86. JUL
  87. AGO
  88. SET
  89. OUT
  90. NOV
  91. DEZ