Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




por Vânia, em 06.07.10

Não quero queixar-me...

Não quero, porque as coisas podiam sempre estar piores, não é? Mas bolas... Ando farta do trabalho. Desde Setembro de 2009  que ando a receber aos bocadinhos. Não recebi subsídio de Natal e também ainda não recebi subsídio de férias. O ordenado deste mês - e estamos a 6 - ainda não apareceu nem sei quando aparecerá ou se vai aparecer. Ando à procura de coisas melhores, mas não sei exactamente do quê, apenas sei que quero deixar de pertencer a esta 'tribo' onde não me encaixo de maneira nenhuma e que desprezo cada vez mais. Sei que é quase jogar á rua cinco anos de curso, mas preciso de algo que me estimule, algo de que goste verdadeiramente. Não quero andar aqui por andar. Preciso de um desafio novo, que este já passou o prazo.

Esta indefinição anda-me a deixar de rastos. As noites, já de si não muito famosas, andam piores. Ando a dormir pior. Ando mais nervosa. Sinto-me cansada. Não tenho paciência para nada. Nem para a minha genealogia, que é o meu hobby paixão. Há dias em que me apetece sentar no chão, no silêncio, e ficar ali eternamente sem pensar nos problemas. Mas não posso ser como a avestruz.

Ontem encontrei a minha agenda de 2006. E fiquei ali sentada um tempo sem fim a folhear a minha vida há 4 anos atrás. E não posso escrever o que senti, que não consigo.

Sei que tenho um montão de coisas porque devo dar graças, mas isso não minimiza a forma como me sinto em nada.

Se podia estar pior? Podia.

Se podia estar melhor? Podia, mas se calhar não era a mesma coisa.

Autoria e outros dados (tags, etc)


3 comentários

De Isália a 07.07.2010 às 13:31

Amiga, como te compreendo. Eu sou daquelas que ainda não aproveitei a 100% dos 5 anos do curso, pois quando começei a trabalhar onde estou ainda não o tinha terminado. Uma coisa é certa, algumas ideias que tenho e que implemento no meu método de trabalho, deve-se aos 5 anos de curso. De facto, pode não ser a área pela qual me esfalei a estudar e os meus pais se esfalfaram a trabalhar para pagar o tempo que tive na universidade, mas gosto muito de fazer aquilo que faço, gosto de ter a responsabilidade que tenho, gosto do ambiente de trabalho que tenho, trabalho de equipa (tem dias, mas é como em todo o lado), mas a verdade é que dia 30 ou dia 01 o ordenado, que penso que será quase tanto como o teu, está na conta, com horas pagas. Dizem-me que tenho potencial para estar noutro sitio, na minha área, mas tenho medo de arriscar, e se me acontece o mesmo que está a acontecer a ti??? tenho medo, tenho medo de arriscar. Enquanto estiver bem onde estou vou ficando por cá. E tu amiga, se não te sentes bem, sendo a tua área ou não, acho que fazes bem em mudar, pelo menos pelo teu bem estar psicologico e financeiro. beijos grandes

De guiga a 08.07.2010 às 15:18

Revejo-me nas tuas palavras.
Sinto-me igual. E há dias em que a saturação é tal...Enfim...
Força, ok?
Bjs *.*

De Milheiras a 12.07.2010 às 12:42

Como eu compreendo...

Comentar post



Mais sobre mim


Arquivo

  1. 2013
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ
  14. 2012
  15. JAN
  16. FEV
  17. MAR
  18. ABR
  19. MAI
  20. JUN
  21. JUL
  22. AGO
  23. SET
  24. OUT
  25. NOV
  26. DEZ
  27. 2011
  28. JAN
  29. FEV
  30. MAR
  31. ABR
  32. MAI
  33. JUN
  34. JUL
  35. AGO
  36. SET
  37. OUT
  38. NOV
  39. DEZ
  40. 2010
  41. JAN
  42. FEV
  43. MAR
  44. ABR
  45. MAI
  46. JUN
  47. JUL
  48. AGO
  49. SET
  50. OUT
  51. NOV
  52. DEZ
  53. 2009
  54. JAN
  55. FEV
  56. MAR
  57. ABR
  58. MAI
  59. JUN
  60. JUL
  61. AGO
  62. SET
  63. OUT
  64. NOV
  65. DEZ
  66. 2008
  67. JAN
  68. FEV
  69. MAR
  70. ABR
  71. MAI
  72. JUN
  73. JUL
  74. AGO
  75. SET
  76. OUT
  77. NOV
  78. DEZ
  79. 2007
  80. JAN
  81. FEV
  82. MAR
  83. ABR
  84. MAI
  85. JUN
  86. JUL
  87. AGO
  88. SET
  89. OUT
  90. NOV
  91. DEZ